Queridos amigos, neste final de semana fui curtir a Serra com meu maridinho.

Não foi a primeira vez que fomos para Mauá/Maringá, então vou dividir um pouco das minhas experiências com vocês e indicar o que gostei mais.

*Hospedagem*

Em cada uma das vezes que fui para Mauá, fiquei um lugares diferentes.

  • Na primeira vez, fomos no mês de Abril e ficamos numa pousada chamada Chalés do Lago, muito boa, ótima localização, bem perto do centrinho de Maringá, do lado do RJ (Maringá tem o lado de MG e o lado do RJ, a divisa é feita por um rio. Mas passando uma pontezinha à pé, você atravessa para o lado de MG ou RJ). Não lembro muito bem qual foi a categoria do chalé que pegamos, mas tinha hidro, lareira, varanda e tinham 2 andares, sendo que o segundo andar era tipo um mezanino e tinha uma cama. O café da manhã era bem variado e muito gostoso.

  • Na segunda vez, fomos para comemorar o aniversário de um amigo, o Roberto. Alugamos uma casa através do site AirBnB para ao todo 6 pessoas. A casa ficava em Santa Clara, dentro de uma propriedade enorme e bem próxima ao trutário e à cachoeira Santa Clara. Dava para ir andando, sem sair de dentro da propriedade. A casa era de madeira, tinha lareira, cozinha completa, 3 quartos, sendo que 1 era suíte máster. A sala bem aconchegante, aliás, toda a casa era bem aconchegante e rústica. O caseiro e sua esposa estavam sempre dispostos a ajudar. A esposa do caseiro todos os dias de manhã ia até lá, preparava o café, arrumava a mesa e ainda arrumava os quartos. Porém, a casa não tinha sinal de TV, nem de celular, nem internet wifi, muito menos 3G. Por um lado isso foi até bom, porque interagimos muito mais com os amigos!

  • Na terceira vez que fomos, que foi neste final de semana, ficamos na pousada Vilarejo Acauã. Toda a estrutura do local é muito boa. Tem salão de jogos, sala fitness, uma pequena sala de cinema, etc. Ficamos no Chalé Luxo. O chalé estava todo reformado e bem completo. Tinha lareira, hidro, piso do banheiro com aquecimento, Sky, ar condicionado, cofre e uma mini copa. O café da manhã não tem muita variedade, mas cada dia eles fazem um bolo diferente e caseiro, tudo estava uma delícia.

Pousada Vilarejo Acauã – Chalé 7

Pousada Vilarejo Acauã – Chalé 7

* Passeios *

Na primeira e na terceira vez, neste final de semana, fizemos um passeio pelas cachoeiras, de quadriciclo. Gostamos MUITO e com certeza eu recomendo para quem for, pois o acesso às cachoeiras muitas vezes está com lama, muitas pedras e buracos então, nem se fala! O Quadriciclo além de ser o melhor transporte para chegar, ainda é divertido e não tem mistério nenhum para dirigir. Mas é obrigatório ter carteira de motorista para guiá-lo. O instrutor dá uma aula rápida para explicar como funciona, dá uma volta no quarteirão com você, para se adaptar e pronto! No caminho para o passeio, na frente vai o guia/instrutor de moto e atrás vai o grupo que alugou os quadriciclos.

Tem passeios de 1h, 2h, 3h… você é quem escolhe. É possível marcar o passeio com antecedência ou chegar lá na hora e ver que horas sairá o próximo (mas não aconselho a  fazer isso na alta temporada!). Na primeira vez que fomos, fizemos o passeio de 2h, não haviam outras pessoas nos acompanhando e conhecemos 4 cachoeiras e mais o trutário (de bônus), porque o guia era legal e o trutário estava no nosso caminho de volta! Neste último final de semana, tinha um grupo saindo para o passeio de 1h para a Cachoeira Toca da Raposa e nós resolvemos ir neste grupo.

Da próxima vez, queremos visitar a cachoeira do Marimbondo, que todos falam que é linda! Já fica adica para quem vai para Mauá…

Mirante Toca da Raposa

Cachoeira Toca da Raposa

* Restaurantes *

Apesar de ter bons restaurantes do lado Maringá/RJ, nós gostamos mais dos restaurantes que ficam do lado Maringá/MG. Acho inclusive, que há mais variedade.

  •  Borbulha: O Borbulha é um restaurante bem legal. Tem uma vitrola e um mooonte de LPs e você pode escolher o que quiser para tocar enquanto almoça/janta! Sobre a comida, tem massas, fondue, truta com acompanhamentos, etc. Fomos lá na segunda vez que estivemos em Maringá. O restaurante fica do lado Maringa/MG. Comi uma truta grelhada com purê, se não me engano. Voltamos lá em um outro dia e experimentamos o fondue de queijo MUITO gostoso!

  • Ratatouille: Este nós conhecemos dessa última vez que estivemos lá. Foi assim, um achado! Já eram 23h de sexta-feira, estávamos famintos e não sabíamos onde jantar. Aí olhamos para o Ratatouille e vimos que era um restaurante de massas, exatamente o que queríamos. Muito bom! Couvert gostoso e Massa caseira. Pedi um nhoc que a massa derretia na boca. Também fica do lado de Maringa/MG

  • Casa de Pedra: Este restaurante também fica do lado Maringá/MG. A pizza na pedra de lá é bem famosa. Primeiro fomos para almoçar. Sentamos do lado de fora, o clima estava bem agradável. De entrada o Raul pediu uma casquinha de truta defumada. De prato principal, eu pedi uma massa orgânica com rúcula e molho de 3 queijos de ovelha (sem lactose!) e o Raul pediu Truta na crosta de gergelim com risoto de cogumelos. Os dois pratos estavam divinos! Resolvemos repetir a dose de noite. O ambiente interno do restaurante estava muito agradável, ao som de um piano ao vivo. Pedimos um vinho e resolvemos provar a famosa pizza na pedra. Provada e aprovada! Massa fina, bem recheada e ingredisntes fresquinhos!

Entrada no almoço… casquinha de truta defumada

Massa fresca com rúlula e molho três queijos de ovelha

Truta na crosta de gergelim com risoto de cogumelos

  • Cervejaria Artesanal Dona Mathilde: é um bar/restaurante que tem diversos tipos de cerveja artesanal. Eles servem petiscos, não é um lugar que eu indico para almoçar. Quando alugamos a casa lá, estava na época da Copa do Mundo e como a casa não tinha TV nem Internet, nós fomos umas duas vezes nesse bar assistir aos jogos e claro, usar o WiFi. Além de petiscos com pegada alemã (as lingüiças que vi passar para outras mesas estavam bem apetitosas), tem um cardápio de comida japonesa. Só posso falar do que experimentei, que foram as bruschettas de marguerita e de beringela e a régua de degustação cervejas variadas, foi o que comemos/bebemos dessa última vez e estava bem gostosinho!

*** Penedo ***

Nunca nos hospedamos em Penedo e só conhecíamos a entrada da cidade. Desta vez, resolvemos almoçar lá antes de pegar a estrada e ADORAMOS! Primeiro porque achamos uma loja que vende lanternas de todos os tipos e estávamos “namorando” lanternas há muito tempo para comprar para nossa casa. Segundo porque o centrinho é beeem movimentado, cheio de restaurantes, lojinhas e cafés e ficamos até em dúvida de onde sentaríamos para almoçar. Acabou que ADORAMOS a nossa escolha e vou relatar abaixo:

  • Restaurante Pérgola: O restaurante Pérgola tem um perfil italiano, contemporâneo e refinado. A decoração é rústica, mas bem fina, requintada e aconchegante. O atendimento é muito bom. Achei o cardápio bem variado. Tem um cardápio de massas frescas e um cardápio contemporâneo, com opções de risottos, peixes, carnes…

Escolhemos de entrada, nosso vício: bruschettas (ainda vou fazer um post SÓ com as bruschettas que já experimentamos por ai…)

Sobre o prato principal, eu escolhi um Risotto Thai, elaborado com camarões e açafrão e o Raul escolheu um filé de truta com ristto de aspargos e legumes.

Ambos os pratos estavam DIVINOS! Obs: as florzinhas dos pratos são comestiveis!

Para fechar com chave de ouro, pedimos um tiramisu, que o garçom nos informou que é feito lá mesmo, inclusive o mascarpone, que é um dos ingredientes principais dessa sobremesa. COM CERTEZA foi o melhor tiramisu que já experimentamos! Estava fresquinho, não estava muito doce, estava na medida certa, tudo de bom!

É isso… espero que as dicas de restaurantes, pousada e passeio sejam úteis e que vocês gostem tanto quanto eu!

Bjs… Juh :*