Florença é uma das principais cidades da Toscana. Como contei no post anterior (clique aqui para ler), optamos por ficarmos hospedados durante os seis dias na cidade e assim, termos tempo de sempre conhecer mais alguma coisa ao voltarmos para Florença.

piclab

Vou falar aqui dos principais pontos que conhecemos em Florença. Para quem não pretende se hospedar por muito tempo na cidade, sugiro que fique pelo menos dois dias inteiros para conhecer os pontos principais.

Galeria Uffizi

A Galeria Uffizi é um dos mais antigos e importantes museus do mundo! Com cerca de cinquenta salas dispostas em ordem cronológica, a Galeria abriga um acervo Renascentista que é considerado o melhor do mundo. Lá podemos encontrar obras de Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Rafael, Rembrandt e Sandro Botticelli, só para citar alguns.

uffizi-4

Acima: linda vista que temos do hall da Galeria Uffizi, da janela podemos observar lá em baixo o Rio Arno e a Ponte Vecchio. Abaixo: algumas das obras da Galeria.
uffizi-3 uffizi-2

Por estar entre uma das atrações mais procuradas de Florença, minha dica é que os ingressos sejam comprados com antecedência de uns quinze a vinte dias, através do site, para que você consiga escolher bem as datas e horários que mais convém. Além de comprar com antecedência, IMPRIMA o e-mail de confirmação da compra dos ingressos. No dia marcado, chegue com dez minutos de antecedência – não mais que isso, pois tiram você da fila se chegar com uma antecedência maior – e troque seus ingressos no local indicado, ou seja, no guichê para quem JÁ TEM INGRESSOS COMPRADOS, mas vai apenas trocar os vouchers por ingressos.

uffizi-bilheteria-2 uffizi-bilheteria-1 uffizi-bilheteria-4 uffizi-bilheteria-5

 

 

Galeria della Academia

Depois da Galeria Uffizi, acho que essa é também uma galerias das mais concorridas de Florença. Não é grande, porém abriga uma das obras de artes mais famosas do mundo: o David de Michelangelo! Assim como a Uffizi, aconselho que os ingressos sejam comprados com antecedência, pois se deixar para comprar quando estiver lá, as chances de não conseguir conhecer de perto o David são ennormes. Então, imprima os vouchers e troque pelos ingressos no guichê para quem já tem impressos comprados. Mesmo esquema da Uffizi! Lembrando que os ingressos possuem hora marcada, que você escolhe no momento da compra e eles levam isso muito a sério, então, nada de atrasos ou você também perde a validade do seu ingresso e não entra da galeria.

academia-4

A foto acima mostra o local onde você levará impresso o voucher de reserva dos ingressos para trocar pelos ingressos que dão acesso à Galeria. Abaixo é a fila de entrada para quem já possui ingressos. Até que andou bem rapidinho.academia-3

Já essa foto abaixo é de pessoas que NÃO tem ingresso e estão indo direto na bilheteria comprar. Era por volta de 9h da manhã e fila virava a esquina. Com toda certeza essas pessoas não conseguirão ingressos para o mesmo dia e muito provavelmente nem para o dia seguinte. Por isso eu repito: comprem os ingressos com antecedência, pela internet!

academia-9

Nessa Galeria, para ser sincera, nós focamos apenas no David e nas obras do Michelangelo que ficam na mesma Tribuna. Ah, e na saída tem uma boa loja de souvenirs! Trouxemos um David para colocar na nossa sala e lembrar de Florença!

Mercato Centrale de Florença ou Mercato di San Lorenzo

Gente, para TUDO! Anota aí: NÃO DEIXEM DE CONHECER ESSE LUGAR!

Sério! Esse foi um dos lugares que mais gostei, por vários motivos. Primeiro que é um mercado bem local. Sabe o Eataly que tem em NY e que abriu em SP também há pouco tempo? Então: esse é o verdadeiro Eataly, lá da raiz, das origens.

mercadao-9

O Mercado Central de Florença tem dois andares: No primeiro andar, tem stands de lojinhas que vendem de tudo um pouco: flores, carnes, peixes, frutas, condimentos, massas, molhos, temperos, castanhas, biscoitos, bebidas, etc… tudo que você pode levar para casa e preparar uma típica comida italiana. Já no segundo andar, ficam os restaurantes e uma escolha de culinária. Nós almoçamos no Mercado Central nesse dia. Eu escolhi um restaurante e o Raul escolheu outro, mas como ele mesmo sempre admite, eu escolhi melhor que ele e almocei num restaurante especializado em trufas, o Savini Tartufi. Gente… foi o melhor macarrão de trufas que eu comi na vida! JURO!!!!! Não foi baratinho, mas valeu a pena. Até compramos o azeite e a manteiga de trufas fabricada e comercializada por eles, porque é tudo divino! Vou fazer um post sobre restaurantes e aí falo mais sobre ele.

mercadao-7 mercadao-6 mercadao-5 mercadao-4 mercadao-3

Enfim, minha dica é que tire um dia para conhecer Il Mercato Centrale e se puder, almoce por lá. Se quiser comprar ingredientes da culinária típica, não deixe de comprar as trufas, os molhos e azeites de trufa e os biscoitos (Cantuccini com amêndoas). Esse é o local mais em conta para fazer esse tipo de compras.

mercadao-2 mercadao-1

Abaixo, um mapinha disposto nas entradas do mercadão com informações para saber onde encontramos cada lojinha!

mercadao-8

Ponte Vecchio

A ponte Vecchio é uma das pontes mais famosas de Florença. Construída em estilo medieval, a Ponte sobreviveu à enchentes e muitas histórias, mas está lá firme e forte e hoje possui várias lojas, sendo todas elas joalherias. Dizem que ali onde hoje estão presentes apenas joalherias, eram açougues e peixarias. Apenas em 1593 é que o aluguel dobrou com o intuito de expulsar esses comerciantes dali e aí sim foram instalados joalheiros e ourives, que foram mudando através dos séculos, mas estão lá até hoje. O lugar tornou-se tão tradicional e mundialmente conhecido, que até Madonna, quando esteve em Florença, foi de moto, disfarçada, até a Ponte Vecchio para comprar jóias!

ponte-vecchio-1 ponte-vecchio-2 ponte-vecchio-4

A ponte é lotada de turistas e nós fomos no fim da tarde para observar o lindo por-do-sol!

ponte-vecchio-5 ponte-vecchio-8 ponte-vecchio-9

Piazza della Republica

A Piazza della Republica é como se fosse a Times Square de Florença misturada com a 5th Avenue, guardadas as proporções, rs! É no entorno dessa Piazza encontramos famosas lojas, que vão de 8 a 80. H&M, Zara, Apple, Gucci, Prada, etc… também é nessa piazza que podemos comprar artesanato local e conhecer o Hard Rock de Florença! Atração é o que não falta!  Para as crianças – e para os adultos também, por que não? –tem um lindo carrossel que funciona na piazza. Além de vários restaurantes e artistas como palhaços e músicos querendo descolar uns euros com a sua arte.

republica-3 republica-4 republica-2

Acima, um pouco do artesanato local: bandejas de madeira pintadas à mão. Fiquei apaixonada e trouxe algumas. Não são baratas, mas dá para negociar o valor!

Piazzale Michelangelo

Dizem que é em Florença que podemos observar um dos mais bontos Por-do-Sol do mundo. E se eu puder te dar uma dica, é que você vá conferir isso lá na Piazzale Michelangelo.

A Piazalle fica do lado oposto do Rio, o lado mais dos “locais” digamos assim. Fica bem no alto e tem uma vista liiiinda!

piazzale-miche-1 piazzale-miche-2 piazzale-miche-3 piazzale-miche-4

Catedral de Santa Maria del Fiore:

 A Catedral de Santa Maria del Fiore é o “Duomo” de Florença e está em quinto lugar entre as maiores catedrais do mundo, podendo abrigar até trinta mil pessoas! Infelizmente não tivemos tempo hábil de conhecer a catedral por dentro, pois a entrada é gratuita, suas filas são quilométricas e começam logo cedo. Mas como sempre deixamos algo por fazer para poder voltar um dia, esse foi o nosso “vai ficar pra próxima” dessa passagem por Florença!

duomo-1

Processed with Snapseed.

duomo-3

E por aqui vou encerrando o post sobre Florença!

Caso tenham alguma dúvida que eu possa ajudar, podem me mandar mensagem por aqui mesmo que assim que der eu respondo!

Bjs, Juh 🙂